Picolinato de Cromo 350mcg - 60 capsulas

R$19,90
Entregas para o CEP: Alterar CEP
Conheça nossas opções de frete

Descrição do produto

O Cromo é um mineral essencial ao organismo. Os processos de refino industrial dos alimentos refinam o cromo, sendo recomendada sua suplementação. Além de ser usado no tratamento de obesidade, diabetes, colesterol e envelhecimento, o Cromo é recomendado para praticantes de exercícios físicos.
Fontes (de Cromo) : As principais fontes deste são: oleaginosas, aspargos, cogumelos, ameixa, cereais integrais, carnes, vísceras, leguminosas e vegetais
Descrição
O Picolinato de Cromo é uma forma orgânica e completamente biodisponível de Cromo, apresentando uma atividade de em média 120mg de Cromo em cada grama de Picolinato.

Propriedades
O Cromo encontra- se distribuído principalmente nos cabelos, baço e rins. O coração, pulmão, pâncreas e cérebro também contêm Cromo, mas em concentrações menores. O Cromo ativa várias enzimas envolvidas no metabolismo da glicose e síntese de proteínas, principalmente a insulina. De fato, o Cromo é um mineral que participa da biossíntese, desse hormônio, participando também do seu aproveitamento pelas células durante o transporte da glicose.
Vários estudos documentam a utilização do Cromo em diversos distúrbios, endógenos, incluindo distúrbios do colesterol, glicose, diabetes, obesidade e envelhecimento. Da mesma forma, o Picolinato de Cromo é um suplemento alimentar seguro e eficaz, o que é demonstrado por inúmeros trabalhos em revistas indexadas.

Indicações
; Deficiência de Cromo;
; Como suplemento nutricional;
; Distúrbios do colesterol e triglicéride;
; Diabetes melito, e diabetes não-insulino dependente;
; Obesidade.

Posologia
Recomendam-se doses de 50 a 290mcg diários de Cromo elementar, para manter um balanço adequado

 

Referências Bibliográficas

 

1. The Merck Index: Editora Merck & Co, INC 12ªedição, 1996, Pág. 375.
2. A Revolução dos Nutrientes:José Gilberto Peres de Moura, 2ª edição. Págs. 86-7
3. http://altmedicine.about.com/od/herbsupplementguide/a/chromiumsideeff.htm. Consultado em 31/01/2012.
4. http://www.food.gov.uk/multimedia/pdfs/vitmin2003.pdf Consultado em 31/01/2012.
5. MOURA, J.G.P. Nutrientes e Terapêutica. Pelotas/RS: Visão Artes Gráficas, 2ª Ed. 2009.
6. SWEETMAN, S.C; et al; MARTINDALE – Guia Completo de Consulta farmacoterapeutica. Barcelona. 2ª Ed. 2005.
7. OLIVEIRA, J.E.D; MARCHINI, J.S. Ciências Nutricionais. São Paulo: Sarvier, 1998.